Saiba identificar as diferentes manchas de pele

Normalmente, as manchas de nascença não são graves, e permanecem iguais mesmo com tratamentos, já as manchas que surgem ao longo da vida devem ser identificadas e tratadas por um dermatologista, para evitar complicações. As manchas na pele podem existir desde a nascença ou surgir ao longo da vida, devido a causas como exposição solar excessiva, envelhecimento da pele, alergias ou problemas graves, como câncer, por exemplo.

No entanto, para prevenir o surgimento de novas manchas na pele, é importante passar sempre um protetor solar com fator de proteção alto antes de sair de casa, hidratar todos os dias a pele com cremes próprios para cada tipo, evitar a exposição solar excessiva e não espremer espinhas ou cravos, que podem deixar cicatrizes escuras na pele.

As especialistas lembram que quando uma mancha surge, o primeiro passo é identificar a origem, as características e a localização na pele. O melasma, por exemplo, surge normalmente no rosto, mas pode ocorrer em outras áreas expostas ao sol, como braços e colo. Ele não tem cura, mas tem controle. Algumas são:

  • A dermatite pode ser consequência do surgimento de uma alergia, e pode causar manchas marrons na pele que coçam e que podem aparecer após ingerir alimentos alergênicos, como o camarão, morango ou amendoim, por exemplo, após aplicar produtos na pele, como cremes, perfumes ou cosméticos, ou usar objetos em contato com a pele, como pulseiras ou colares.
  • A fitofotodermatite caracteriza-se pelo surgimento de manchas que aparecem quando se expõe a pele ao sol após entrar em contato em frutas cítricas, como limão ou laranja, por exemplo.
  • O câncer de pele, geralmente, surge como uma pequena mancha ou sinal, que vai crescendo ao longo do tempo, apresentando várias cores, forma assimétrica ou bordas irregulares, por exemplo.
  • O pano branco, também conhecido como micose de praia, surge devido a uma infecção por fungo, que provoca o surgimento de várias manchas pequenas esbranquiçadas na pele.

Já a rosácea não tem uma causa definida. Ela atinge pessoas com pele clara e pode ser dividida entre vermelhidão, bolinhas vermelhas e pústulas. Frio e calor em excesso, vento, café, álcool e banho quente podem agravar o problema. ela também não tem cura, mas o tratamento adequado controla os sintomas e evita que a doença se agrave.

É importante sempre usar hidratante e protetor solar, mesmo que o sol não esteja aparente.

*Com informações do site Bem Estar

Nenhum comentário ainda.

Deixe um comentário

Do NOT follow this link or you will be banned from the site!
Leia o post anterior:
Diferentes formas de se usar o talco

A alimentação influencia na saúde de sua pele

Fechar