Minha profissão: depiladora

Por Mariana Pajuelo

 

Escolher uma carreira nunca foi uma das tarefas mais fáceis. Enquanto somos jovens, mal conhecemos a nós mesmos, nossos objetivos e o mundo que nos cerca. Alguns adiam essa missão, outros ficam na ansiedade de saber por onde seguir, e ainda há outras pessoas que acabam fazendo daquele primeiro emprego sua carreira na vida, ou seja, escolha imposta pela necessidade.

Mas muitas mulheres decidem ser depiladoras e amam sua profissão. Realizam um excelente trabalho porque sentem prazer em contribuir para a beleza e higiene de seus clientes. Muitas trabalham nesse mercado há anos, outras estão começando sua carreira agora. Para as iniciantes preparamos algumas informações relevantes que podem ajudá-las a seguir uma profissão com sucesso.

Nos últimos dois anos, o serviço de depilação foi um dos que mais cresceu no segmento de saúde e beleza. Uma depilação feita por uma depiladora capacitada propicia excelentes resultados e evita casos de pelos encravados decorrentes da extração errada. Por isso, é fundamental a profissionalização da depiladora para que esta atue com seriedade e competência, destacando-se no mercado, atualmente, tão competitivo.

A profissional depiladora deve estar sempre atenta às novas técnicas desenvolvidas e ao lançamento de novos produtos, realizando uma análise crítica, renovando o seu conhecimento e a sua experiência.

Formas de atuação que você pode adotar como depiladora:

– De maneira independente na sua própria residência;

– Na residência dos seus clientes;

– Em um salão de beleza;

– Em centros de estética.

A profissional depiladora, além de obrigatoriamente ter habilidade nas mais diversas técnicas, deve ter o cuidado com a saúde e a gestão de seu dia a dia de trabalho para garantir sucesso e lugar de destaque no concorrido mercado da beleza. O bom faturamento do profissional de depilação está diretamente ligado à qualidade do serviço, à escolha de bons produtos e à boa organização do seu trabalho.

Dicas importantes ao se relacionar com o cliente:

– Quando o cliente chegar, atenda-o com o maior profissionalismo possível;

– Converse com ele e oriente-o, de forma segura e precisa, sobre suas dúvidas;

– Não indique qualquer medicação, pois isto somente o médico poderá fazer;

– Seja atenciosa, gentil, discreta, paciente e pontual;

– Converse com o cliente somente o necessário, mas caso ele queira conversar, dê atenção, mas nada de falar de seus problemas;

– Cadastre o cliente em uma ficha, anotando todos os dados necessários;

– Oriente-o sobre o trabalho a ser feito, tirando-lhe todas as dúvidas.

 

Com informações do CPT – Centro de Produções Técnicas: www.cpt.com.br.

Nenhum comentário ainda.

Deixe um comentário

Do NOT follow this link or you will be banned from the site!
Leia o post anterior:
Cuide-se desde já!

Qual é a beleza que existe em você?

Fechar