Gestantes merecem cuidados na depilação

Por Mariana Pajuelo

A gravidez tem seus momentos indescritíveis para uma mulher, mas também vem acompanhada por mudanças corporais e emocionais. Enquanto a barriga cresce e o corpo se transforma, internamente um turbilhão de hormônios altera as sensações.

Por isso, ao se aproximar a hora do bebê nascer, as futuras mamães precisam partir para a depilação. E como a grávida ganha peso, tende a ficar com maior suor e pode ter mais inchaço. Há um aumento da vascularização na pélvis que acentua a sensibilidade, diminui a resistência à dor e intensifica as chances de alguma inflamação. Nesse momento, a escolha e o método de depilação são fundamentais para uma excelente higienização na pele.

A depilação a cera é considerada uma das mais eficazes formas para retiradas dos pelos por ser rápida, prática e remover os pelos indesejados de forma completa. Mas, não se esqueça de que nenhuma cera deve ser reutilizada, principalmente nos casos das gestantes, pois a probabilidade de ocorrer uma infecção é maior.

E é claro que, após a depilação, a regra vale para todas: evite colocar roupas muito apertadas, se expor ao sol para não suar excessivamente.

Quem pretende se livrar dos pelos antes do parto deve se depilar cerca de duas semanas antes. No caso da cesariana, fica fácil marcar. Já no normal, por volta de 38 semanas. Seja qual for o caso, o ideal é evitar a depilação nos dias muito próximos ao parto. Um pelo encravado, uma foliculite (inflamação do folículo piloso do pelo), um pequeno arranhão ou corte são desaconselháveis para quem vai ou pode precisar fazer uma cesárea de última hora.

Cuidado também com as manchas na pele.  Nesse período a pele fica mais sensível e suscetível ao aparecimento de pigmentações e manchas. Isso ocorre porque durante a gestação existe a liberação de um hormônio que atua aumentando a produção de melanina, que confere a pigmentação à pele.

Para sempre manter a hidratação da pele, utilize produtos à base de ácido lático, óleos de amêndoas, semente de uva e silicones. Uma vez por semana, use também esfoliantes corporais suaves. Se preferir ter um produto caseiro, misture açúcar, mel e aveia a aplique nos pelos encravados antes do banho, massageando suavemente. Depois de enxaguar com aguar morna, hidrate a pele com óleo de amêndoas.

*Com informações da Globo.com e Portal R7

Nenhum comentário ainda.

Deixe um comentário

Do NOT follow this link or you will be banned from the site!
Leia o post anterior:
Quando surge o vitiligo na pele

Cuidado com a pele depois da depilação

Fechar