Depilação: conheça as características de cada uma

As depiladoras já sabem que existem diversos métodos para depilação, mas sempre é bom relembrar quais são as características de cada técnica e apresentá-las as clientes, já que cada pele reagem de forma diferente. Vejamos as principais!

Cera quente
Entre os métodos mais usados para arrancar os pêlos, a cera quente pode ser colocada no topo do ranking. Ela desbancou a cera fria, por ser um procedimento menos dolorido: a temperatura elevada do produto garante a abertura dos poros, facilitando a retirada dos pelos. Cuidado que deve ser redobrado por quem arrisca fazer o método em casa.

É sempre importante as depiladoras profissionais testarem a temperatura da cera antes de aplicá-la. Os tipos mais utilizados de cera quente são:

– Cera de mel
Resultado da mistura entre açúcar, mel de abelha e limão, a fórmula é uma das mais suaves. Por esse motivo, é indicada para regiões sensíveis como buço, axilas e virilha, além das outras partes do corpo. Como não exige muita fricção, é recomendada também para mulheres com problemas de circulação sanguínea. Ela só não funciona bem para mulheres que se depilam com lâmina há certo tempo e tendem a ter pelos mais grossos. Nesses casos, a cera roll on funciona melhor. E só exponha as áreas depiladas ao sol 24 horas depois da depilação. Isso por causa do limão usado na receita, que pode causar manchas.

– Ceras calmantes
Para peles mais sensíveis, as ceras de origem vegetal entram em ação. À base de algas, camomila, hortelã, e até mesmo de laranja, elas são excelentes para peles delicadas, graças aos ingredientes de propriedade calmante antiirritação. A maioria opta pela cera de hortelã ou de laranja para depilar o buço e a sobrancelha, ambas espalhadas com uma espátula e, em seguida, puxados com um pedaço de TNT (tecido utilizado para retirar a cera).

– Cera egípcia
Mel, açúcar e limão também fazem parte da mistura que origina este tipo de cera. O que muda é a consistência do ingrediente principal, o mel. Com a textura um pouco mais resistente, a cera egípcia dispensa o uso da fita TNT. Isso porque o produto, depois de aplicado na pele, endurece rapidamente. Para acabar com os pelos, basta puxar a camada de cera formada em cima da pele. Mas o procedimento precisa ser feito por um profissional, pois são arrancados muitos pelos de uma vez só: é preciso muita experiência para identificar não só a hora de puxar (seca demais, a cera não extrai a raiz dos pelos). A direção em que a mistura deve ser espalhada e retirada também merece cuidados redobrados, evitando os terríveis encravamentos.

– Roll on
A garantia de higiene é uma das vantagens do método roll on, composto por um aparelho que desliza sobre a pele e papéis descartáveis. No entanto, o procedimento é considerado bastante agressivo. Geralmente, o roll on é indicado para as pernas, excluindo as partes internas que também são bem sensíveis. É o método mais usado para quem tem pelos fortes e grossos.

*Com informações do site Minha Vida

Nenhum comentário ainda.

Deixe um comentário

Do NOT follow this link or you will be banned from the site!
Leia o post anterior:
O que é verdade sobre as estrias na pele?

Mantenha hábitos alimentares para uma pele saudável

Fechar