Qual a diferença entre óleo e creme hidratante?

A principal função do óleo corporal é criar uma espécie de filme na pele para impedir a desidratação, por isso, os óleos são muito utilizados por mulheres e homens que querem deixar a pele mais sedosa. Pensando nisso, com exceção do rosto, podem ser usados no corpo todo para manter a água natural da pele ao longo do dia.

Alguns tipos de óleos têm o poder de relaxar e até combatem o envelhecimento da pele. Todos os óleos têm poder de hidratação e, normalmente, quando associados a outros produtos ou componentes adquirem novas funções. Para fazer efeito, sua aplicação deve ser feita durante o banho no chuveiro ou nos banhos de imersão em banheiras, com massagens circulares. Pessoas com a pele muito seca devem passar o óleo antes do banho para evitar que a pele resseque mais. O resultado do tratamento feito com os óleos é uma pele sedosa e com aparência saudável.

Os diferentes tipos de óleos corporais são:

  • Óleo de semente de uva: cicatrizante, contém ácido linoleico e com maior poder de hidratação. De cor verde-claro, é bastante leve, indicado especialmente para quem tem alergia as sementes oleaginosas.
  • Óleo de abacate: composto pelo óleo da fruta, ele é fonte de vitamina E. Indicado para preparar a pele antes da maquiagem, ele também tem poder antibacteriano, de lubrificação e é hidratante. Mas, pessoas com pele extremamente oleosa devem passar longe deste cosmético.
  • Óleo de soja: apesar de ser mais conhecido pela aplicação na culinária, ganhou função na estética e tem feito sucesso. Compõe propriedades de sabonetes, protetores labiais e cremes hidratantes. Com vitamina E e poder de amaciar a pele, ele é indicado para pessoas alérgicas a produtos à base de ureia, porém não deve ser utilizado por quem pretende se bronzear.
  • Óleo de coco: além de funcionar como hidratante, ainda previne rugas. É indicado a pessoas que querem combater o envelhecimento lubrificando a pele. Possui vitamina E e ácido láurico.
  • Óleo de oliva: composto por ácido oleico, ele reduz a perda de água da pele sem dar sensação de oleosidade. Rico em substâncias antioxidantes, nutre a pele ressecada e torna mínima a ação dos radicais livres, responsáveis pelo envelhecimento.
  • Óleo de babosa: tem função hidratante, restauradora, cicatrizante e anti-inflamatória. Usado também em produtos para os cabelos, o óleo penetra com facilidade nos poros. Ele é extraído de uma planta sendo capaz de regular a secreção sebácea. Mas é preciso ter atenção: pele e cabelos muito oleosos não devem receber a aplicação do óleo.

*Com informações do Portal Terra

Nenhum comentário ainda.

Deixe um comentário

Do NOT follow this link or you will be banned from the site!
Leia o post anterior:
Truques para tornar a depilação mais prazerosa

Como deve ser feita a depilação nas gestantes?

Fechar