Por que surgem as caspas?‏

Por Mariana Pajuelo

As caspas são finas escamas brancas que provêm do couro cabeludo.

Distinguimos dois tipos de caspa:

– A caspa seca: devida a uma aceleração da regeneração das células do couro cabeludo. Falamos em caspas secas quando estas são muito finas e se destacam facilmente.

– A caspa oleosa: trata-se de uma dermatite seborreica moderada, onde há produção de excesso de sebo (óleo) nos cabelos. Encontramos este tipo de caspa durante a infância (geralmente melhora até os 8 ou 12 meses de idade) e em cabelos oleosos de todas as idades. Elas são fáceis de serem reconhecidas, pois elas são amarelas e colam no crânio.

Outros fatores como estresse, ansiedade, banho muito quente, idade e sexo também estão relacionados. Os homens são geralmente mais afetados do que as mulheres. Aproximadamente 1 a 3% dos adultos e 10% dos bebês com menos de 1 mês de idade, sofrem de caspa ou dermatite seborreica.

A caspa seca é caracterizada pelo surgimento de pequenas escamas brancas e é acompanhada por cabelos oleosos. Já a caspa oleosa apresenta menos queda de escamas brancas, cabelos oleosos, vermelhidão, com ou sem coiceira. Ambas tendem a piorar com o frio ou durante inverno seco.

As caspas podem regredir naturalmente, principalmente em bebês menores de 1 mês de vida. No caso dos adultos, a caspa geralmente é uma condição crônica e muitas vezes são necessários longos tratamentos.

O tratamento da caspa é feito com xampus anticaspa ou antifúngicos, existem diversos tipos com efetividade parecida, caso um xampu não esteja funcionando para você procure outro com diferente princípio ativo. O xampu deve ser deixado entre 5 a 10 minutos no cabelo antes de enxaguar e deve ser remo vido completamente do cabelo.

Lavar frequentemente os cabelos com xampus para cabelos oleosos piora o problema, pois isso estimula as glândulas sebáceas, que secretam ainda mais sebo. É melhor, portanto, alternar xampus para cabelos oleosos e xampus suaves. Caso a caspa persista, consulte um médico, pois ele poderá prescrever pomadas/cremes a base de corticoides ou xampus antifúngicos.

Caso você prefira alternativas naturais, existem xampus a base de plantas como a mirra, o eucalipto, a tussilagem e o alcatrão que podem auxiliar no tratamento.

Procure um médico caso o couro cabeludo estiver avermelhado, com muita coceira ou se a caspa surgir em outras partes do corpo, pois nestes casos a caspa pode estar associada a outras doenças.

Para prevenir a caspa, evite lavar demais os cabelos, principalmente com água muito quente, não durma com cabelo molhado, mantenha uma alimentação saudável e utilize xampu anti-caspa ou antifúngico algumas vezes por mês mesmo sem sintomas.

Dicas:

– Se nada for utilizado para interromper a caspa, em longo prazo ela pode provocar uma inflamação (com consequências médicas), portanto é importante buscar um tratamento com rapidez.

– Quando o couro cabelo estiver avermelhado ou com muita coceira, é preferível consultar um médico.

– Se as caspas se formarem não somente na cabeça, mas também no corpo, é necessário consultar um médico imediatamente.

– As pessoas que possuem uma pele seca devem evitar lavar demais os cabelos no inverno.

– Para tratar o couro cabeludo, é importante adotar uma alimentação sadia e utilizar xampus suaves.

– Mesmo caso não apresente mais caspa, recomendamos que utilize xampu anti-caspa ou antifúngico algumas vezes por mês, para prevenir novos casos.

– Não leve os cabelos com água muito quente.

– Não durma com cabelos molhados ou úmidos.

– A exposição ao sol pode ajudar a reduzir a caspa. Atenção, o sol pode ser prejudicial para a pele (risco de câncer), então você deve se expor moderadamente e aplicar protetor solar. Pergunte ao seu médico para obter mais informações.

– Use a menor quantidade de produtos para o cabelo, como gel, spray de cabelo, mousse, etc. Com o uso destes produtos, o seu cabelo pode se tornar oleoso, uma fonte de caspa.

Fonte: Site Cria Saúde

Nenhum comentário ainda.

Deixe um comentário

Do NOT follow this link or you will be banned from the site!
Leia o post anterior:
Cerapura participa da Beauty Fair 2015‏

flacidez da pele
Quais fatores ajudam para a flacidez da pele?

Fechar