Foliculite: quais são causas e o tratamento para a pele?

Por Mariana Pajuelo.

Sabe aqueles caroçinhos que surgem na pele? Parece acne, mas não é. Estamos falando da foliculite, uma inflamação na pele causada por infecção dos folículos pilosos, provenientes de bactérias, como o estafilococo, ou outros fatores. Infecções graves podem causar perda permanente do cabelo e cicatrizes.

De início, a infecção é muito semelhante a pequenas espinhas, com ponta branca, que podem surgir em um ou mais folículos dos pelos. Geralmente, a foliculite é superficial e pode coçar e doer, mas sara sozinha, sem necessidade de um tratamento específico. Já os casos mais graves precisam de atenção especial de um dermatologista.

Mas o que pode causar a foliculite? São vários fatores: calor, suor excessivo e depilação e até picadas de insetos. A invasão de microrganismos pode ocorrer espontaneamente ou favorecida pelo excesso de umidade ou suor, raspagem dos pelos ou depilação. Atinge crianças e adultos, podendo surgir em qualquer localização onde existam pelos, sendo frequente na área da barba (homens) e na virilha (mulheres). Geralmente é tratada com medicamentos.

Especialistas alertam que qualquer pessoa pode apresentar foliculite, seja com depilação à cera ou gilete. A foliculite pode se apresentar mesmo após anos da pessoa estar acostumada com depilação. Pode aparecer através bactérias, após a depilação. Não tem nada a ver coma cera, mas sim com o ambiente, mãos, roupas contaminada.

Para realizar o tratamento, é importante esfoliar a pele (com produtos específicos ou misturando água com açúcar) e usar roupas mais largas. Para quem já tem as lesões na pele, a dica é usar sabonete antisséptico nos locais atingidos. Fora isso, deixar as unhas aparadas e limpas também ajuda a minimizar as erupções. Em casos mais avançados, os médicos indicam o uso de pomada ou remédios de via oral.

Mas o melhor método é a prevenção. Por isso, mantenha a pele limpa, seca e livre de escoriações ou irritações. Certas pessoas são mais propensas a infecções, como as pessoas com diabetes. Se você tem algum problema médico que o torna mais propenso a contrair infecções, algumas precauções podem ser importantes. Evite lavagens antissépticas rotineiramente, pois deixam a pele e seca e matam bactérias protetoras. Mantenha a pele hidratada. E para os homens, tome cuidado ao fazer a barba, use gel de barbear, espuma ou sabão para lubrificar as lâminas e evitar cortes.

Mas quando o quadro de folicute for mais frequente, a mulher deve estar atenta e ficar preocupada, pois poderá trazer manchas futuras na pele. Dor, inchaço e calor excessivo no lugar atingido são sinais de infecção mais intensa e devem ser tratados com medicamentos orais. Nesse caso, procure um dermatologista o mais breve possível.

*Com informações do Portal Yahoo, Bem Estar e SBD (Sociedade Brasileira de Dermatologia)

Nenhum comentário ainda.

Deixe um comentário

Do NOT follow this link or you will be banned from the site!
Leia o post anterior:
Trabalhar com depilação requer cuidados

Pele firme e saudável com a ingestão de colágeno

Fechar