Água quente pode fazer mal à pele

Por Mariana Pajuelo

Pode não parecer, mas aquela água em temperatura quente prejudica e muito a nossa pele. É claro que depois de um dia cansativo, nada mais relaxante do que entrar no banho, e sentir a água em nosso corpo, principalmente se for num dia mais frio.

Mas para manter a boa saúde da pele, os cuidados diários devem ser observados, e nada de água muito quente, já que ela pode ressecar a pele. Isso acontece porque a água, aquecida em torno de 40ºC, elimina o manto de gordura presente na primeira camada da pele. Essa camada de oleosidade que produzimos naturalmente ajuda a manter a integridade do tecido, a hidratação e também protege de agressões externas, como o vento e o sol.

Do mesmo modo que muitas pessoas lavam louça com água quente para que a gordura seja eliminada com mais facilidade, a mesma coisa acontece com a pele.

Veja algumas dicas importantes que podem contribuir para sua beleza durante o banho:

  • Duchas frias e quentes: a água fria melhora a circulação sanguínea. E quando intercalada com água quente (não muito quente) ela tonifica a pele, melhora a circulação e dá muita energia;

 

  • Tome banhos rápidos: ficar muito tempo debaixo do chuveiro não é bom para a beleza. No inverno, o banho deve ser um pouco mais rápido. Assim você mantém a hidratação da pele;

 

  • Sabonetes: escolha sempre os melhores. Os líquidos são menos nocivos para a pele do rosto e corpo, pois agem como poderosos hidratantes que ficam na pele mesmo após a lavagem. Os sabonetes em barras tendem a apresentar pH mais altos e substâncias causticas que eliminam o sebo natural e causam ressecamento da pele;

 

  • Use óleos de banho: os óleos possuem conteúdos aromáticos de plantas e ervas que deixam a pele mais bonita e aveludada. Porém, eles devem ser usados em pequenas quantidades, principalmente por quem possui a pele mais oleosa;

 

  • Não esfregue a pele: deixe de lado as esponjas ásperas, pois esfregar demais a pele altera sua superfície de proteção, deixando-a suscetível a microorganismos invasores. A esfoliação com bucha vegetal é essencial para a suavidade da pele, porém deve ser feita somente uma vez por semana;

 

  • Finalize o banho usando hidratantes: para as peles normais e secas, é indicado o uso de óleos hidratantes a base de abacate e castanha-do-pará. Já as peles mais oleosas devem dar preferência para óleos ou cremes de semente de uva ou amêndoas doces. Quando utilizados os óleos, deve ser retirado o excesso com enxágue e toalha seca.

 

*Com informações do site Como Cuidar e Portal Terra

Nenhum comentário ainda.

Deixe um comentário

Do NOT follow this link or you will be banned from the site!
Leia o post anterior:
Depilação: como tudo começou

Conhecendo a estrutura da pele

Fechar